©2016 por Nassau & Queiroz Advocacia. 

Não obstante fruto de um pensamento completamente ultrapassado, constantemente nos vemos diante da questionamentos relativos ao direito à herança para filhos intitulados “fora do casamento” ou quanto aos filhos adotivos.

Antes da Constituição da República de 1988 era comum a distinção entre filho legítimo, adulterino, bastardo, extraconjugal e incestuoso. Porém, após este período, todos os filhos possuem o mesmo direito sucessório, indistintamente. 

A forte influência da moral religiosa nas décadas anteriores aos anos 90 fez com que se distinguisse em direitos e tratamento os filhos, conforme o status social da relação de seus pais no momento da concepçã...

Please reload